Arquivos do Blog

DPU 2015: Edital será publicado até terça-feira, 31/3

dpu2015-2

A publicação do edital do aguardado concurso público da Defensoria Pública da União (DPU) para os cargos da área administrativa continua prevista para ocorrer até terça-feira, dia 31, segundo a assessoria de imprensa do órgão. A liberação chegou a ser cogitada para esta sexta, dia 27, mas acabou não se concretizando, uma vez que o documento ainda passa por ajustes finais, juntamente com a organizadora, o Cespe/UnB.

A seleção será para preenchimento imediato de vagas e formação de cadastro reserva de pessoal em diversos cargos, com opções para quem possui ensino médio e nível superior. As remunerações iniciais serão de R$ 3.191,02 para cargos de ensino médio e R$ 4.620,82 para nível superior, todos com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

O concurso será para todos os estados, englobando as mesmas carreiras da seleção anterior da área administrativa, realizada em 2010. Também está certo que a aplicação das provas será feita nas 26 capitais e no Distrito Federal.

concurso-dpu

comprar-agora

Ensino médio
Para quem possui ensino médio, as oportunidades serão para o cargo de agente administrativo. Cabe ao servidor executar atividades administrativas, de nível intermediário, relativas às atribuições legais da defensoria.

Nível superior
Para nível superior, as opções deverão ser para os cargos de analista técnico administrativo, arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais e técnico em comunicação nas áreas de jornalismo, relações públicas e publicidade e propaganda.

As taxas já estão definidas e serão de R$ 70 para agente administrativo e R$ 100 para os demais cargos.

Seleção
No concurso de 2010 foram registrados 83.877 inscritos para a oferta de 311 vagas. A seleção também foi organizada pelo Cespe/UnB.

Somente para agente administrativo foram 42.077 inscritos, para a oferta de 70 vagas, em todo o país. Para todas as carreiras, o concurso contou com 80 questões, sendo 30 de conhecimentos básicos e 50 de conhecimentos específicos.

No caso de conhecimentos básicos, para todos os cargos foram cobrados temas de língua portuguesa, noções de informática, legislação relacionada à defensoria pública, direito constitucional e direito administrativo.

Com informações do JCConcursos.

DPU 2015: Concurso confirmado para o início do ano. Vagas para Agente Administrativo (nível médio) com remuneração inicial de R$3.191,02 e nível superior.

dpu

O ano de 2015 promete muitas oportunidades no âmbito federal, e entre elas está o concurso da área de apoio da Defensoria Pública da União (DPU). O edital está previsto para o primeiro trimestre, e trará oportunidades em cargos de níveis médio e superior, segundo anunciou, com exclusividade à FD, o defensor-geral, Haman Córdova. Apesar de não informar o número de vagas do concurso, que inicialmente seria para formar cadastro de reserva, o defensor disse que a seleção irá contemplar algumas das 56 defensorias do país, devido às vacâncias ocorridas desde a seleção anterior, em 2010.

Entidades que acompanham o trabalho da DPU são unânimes em afirmar que, devido à grande carência de pessoal do órgão, é possível que muitas convocações aconteçam dentro do prazo de validade, que será de dois anos, podendo dobrar. De acordo com a Associação Nacional dos Defensores Federais (Anadef), novas unidades serão implantadas no país ao longo de 2015, o que reforça a expectativa de surgimento de mais oportunidades.

Os preparativos do concurso terão início logo após o recesso para as festas de fim de ano. Segundo a Assessoria de Imprensa da DPU, serão abertas oportunidades para quem tem o nível médio, na função de agente administrativo, cujos ganhos são de R$3.191,02, e para graduados em qualquer área, no cargo de analista técnico administrativo. Haverá chances, ainda, nas funções específicas de arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais e técnico em Comunicação Social (Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda). A remuneração dos graduados é de R$4.620,82.

Portanto, essa é a melhor hora para os interessados no concurso iniciarem os estudos. O organizador escolhido é o Cespe/UnB, o que já é uma ótima informação, tendo em vista que a mesma instituição promoveu o concurso anterior, permitindo o início dos estudos baseado naquele edital. As inscrições serão feitas pelo site do Cespe, e as taxas estão definidas nos valores de R$70 para agente administrativo (nível médio) e R$100 para cargos de nível superior. Em 2010, foram cobradas 80 questões objetivas, sendo 30 de conhecimentos básicos e 50 de específicos.

Concurso para defensor
Os candidatos às 58 vagas de defensor que tiveram pedido de isenção da taxa indeferido têm até o dia 9 de janeiro para efetuar o pagamento, no valor de R$180, e participar da seleção.

A consulta aos locais e horários das provas sairá em 2 de fevereiro, e as provas objetivas serão feitas na tarde de 7 de fevereiro, com cinco horas de duração. Já as discursivas ocorrerão no dia 8, pela manhã e à tarde. A próxima etapa será composta por quatro provas orais, para as quais serão convocados apenas os aprovados nas dissertativas escritas.

Serviço
Locais de provas: www.cespe.unb.br/concursos/dpu_14_defensor

Com informações da Folha Dirigida.

DPU: Muitas contratações em pauta na área de apoio

dpuApós a divulgação do edital do concurso para defensor, é esperada para este mês a publicação do edital da seleção para a área de apoio da Defensoria Pública da União (DPU), que abrangerá cargos dos níveis médio e superior. Embora a seleção seja para formação de cadastro de reserva, a expectativa é que ocorram muitas contratações, em virtude da grande carência de pessoal. E uma boa notícia para aqueles que pretendem participar do concurso é que o Supremo Tribunal Federal (STF) impediu, por meio de liminar, que o Poder Executivo corte o orçamento da DPU para 2015. Com a autonomia para gerir seus recursos, sem sofrer cortes orçamentários, isso só reforça a ideia de que um grande número de admissões deverá ocorrer durante o prazo de validade da seleção, em especial no próximo ano. Vale destacar que no concurso de 2010, a DPU abriu 311 vagas, mas realizou 954 convocações, o que demonstra que o órgão costuma chamar muitos aprovados em seus certames.

A publicação do edital para a área de apoio depende apenas que sejam resolvidas pendências contratuais entre o Cespe/UnB (organizador), que foi escolhido por dispensa de licitação, e a DPU. As últimas informações davam conta de que tudo caminhava para um desfecho positivo, segundo uma fonte ligada ao órgão. Enquanto o edital não sai, a preparação deve ser intensificada, principalmente pelos que desejam concorrer ao cargo de agente administrativo, que promete ter a maior concorrência na seleção. A função exige o nível médio e tem remuneração inicial de R$3.191,02. O valor inclui os R$373 de auxílio-alimentação. Os que tiverem formação superior em qualquer área poderão se candidatar ao cargo de analista técnico administrativo. Ainda no 3º grau, haverá oportunidades para assistente social, bibliotecário, contador, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais e técnico em Comunicação Social. Todos os graduados receberão R$4.620, incluindo o auxílio-alimentação.

Os interessados devem intensificar os estudos, baseados no último concurso para os cargos, feito em 2010, também pelo Cespe/UnB, quando foram propostas 80 questões, para serem concluídas em quatro horas, sendo 30 de conhecimentos básicos e 50 de específicos para todos.A seleção será feita em âmbito nacional, e o Cespe/UnB receberá as inscrições por meio da internet, com taxas de R$70 para os candidatos a agente (nível médio) e R$100 para os cargos de nível superior. O concurso deverá contemplar as 61 defensorias distribuídas pelos mais populosos municípios do país.

Com informações da Folha Dirigida.

DPU publicará editais de concursos públicos em novembro

dpu

O último certame para provimento de vagas em cargos de nível superior e de nível médio ocorreu em 2010.
Os principais cargos são de Defensor Público Federal, Analista Administrativo e Agente Administrativo.

Estão previstos para a primeira quinzena de novembro os editais dos concursos para defensor e para cargos de níveis médio e superior na área de apoio da Defensoria Pública da União (DPU). As informações são de que ambos os documentos serão divulgados simultaneamente, embora o Cespe/UnB, escolhido organizador dos dois certames, ainda aguarde ser oficializado no Diário Oficial da União (DOU) como organizador da seleção para a área de apoio. De acordo com uma fonte ligada ao órgão, o extrato do contrato já estaria para ser publicado, já que as partes estão prestes a resolver as pendências contratuais.

Visando a prover as 61 unidades distribuídas pelas capitais, a seleção tem como destaque as oportunidades para quem tem o ensino médio, no cargo de agente administrativo, cujos ganhos são de R$3.191,02. Já os graduados em qualquer área poderão concorrer à função de analista técnico administrativo, sendo abertas ainda chances nas especialidades de assistente social, bibliotecário, contador, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais e técnico em Comunicação Social. Os ganhos para todos os graduados são de R$4.620,82, já incluindo R$373 de auxílio-alimentação.

No concurso para defensor, cujo contrato com o Cespe/UnB foi publicado no DOU no último dia 14, serão oferecidas 58 vagas para bacharéis em Direito, com três anos de prática forense. Os ganhos iniciais são de R$15.700. As inscrições serão aceitas por meio da página eletrônica do organizador, com taxas de R$70 para os candidatos a agente (nível médio), R$100 para os cargos de nível superior e R$180 para defensor.

Com informações da Folha Dirigida.

Concurso do DPU vai oferecer 58 vagas para defensor público

dpu

A Defensoria Pública da União (DPU) vai oferecer 58 vagas para defensor público em seu novo concurso. O extrato de contrato foi divulgado no “Diário Oficial da União”.

O Cespe/UnB será a organizadora do concurso.

Além deste concurso, o DPU anunciou outro concurso para formação de cadastro de reserva em cargos de nível médio e superior. O Cespe/UnB também será a organizadora.

Segundo o extrato de dispensa de licitação, o concurso será realizado simultaneamente nas 26 capitais de estado e no Distrito Federal. A taxa será de R$ 70 para nível médio e de R$ 100 para nível superior.

Em abril, a assessoria de imprensa do DPU, informou que o órgão trabalhava para que os editais sejam publicados ainda neste ano.

agora-banner5

Na área administrativa, os cargos de nível superior são para analista técnico administrativo, arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais, técnico em comunicação social: jornalismo, técnico em comunicação social: relações públicas e técnico em comunicação social: publicidade e propaganda. Os cargos são os mesmos do concurso de 2010.

As vagas de nível médio são para agente administrativo.

Os concursos serão para cadastro de reserva para provimento de cargos vagos já existentes ou que vierem a vagar. Segundo o órgão, não há previsão orçamentária para a criação de novos cargos.

O último concurso da Defensoria Pública da União foi realizado em 2010 e ofereceu 311 vagas de nível médio e superior. Foram 83.877 inscritos.

Com informações do G1.

ANS pede autorização para 102 vagas de nível médio

logo_ansMais uma agência reguladora quer reforçar seu quadro de pessoal em 2015. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) já encaminhou ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) um pedido de concurso para 102 vagas em cargos de nível médio. O pedido tramita desde maio nas instâncias do MPOG e, no momento, encontra-se na Coordenação-Geral do Setor Social I (CGSS1/Desep/Segep) da pasta. Caso todo o quantitativo seja autorizado, serão 66 vagas para técnico administrativo e 36 para técnico em regulação de saúde suplementar. Quanto à lotação dos futuros servidores, a Assessoria de Imprensa da autarquia informou que esta questão ainda está sendo discutida. No entanto, como a sede da ANS fica no Rio de Janeiro, a tendência é que a maior parte das vagas seja destinada à capital fluminense. Na última seleção, realizada no ano passado,  80% das oportunidades foram o Rio. A ANS também tem representações em Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Cuiabá/MT, Curitiba/PR, Fortaleza/CE, Porto Alegre/RS, Recife/PE, Ribeirão Preto e São Paulo/SP e Salvador/BA.

No ano passado, a seleção da ANS, organizada pelo Cespe/UnB, contou com 81 vagas, para o 2º e 3º graus. Para técnico em regulação a oferta inicial era de três oportunidades, e para técnico administrativo, 21. Desse último quantitativo, a maior parte (15) foi destinada ao Rio de Janeiro, o que deverá se repetir. Foram 38.785 inscritos, sendo 26.827 apenas para a capital fluminense. Na ocasião, os candidatos foram avaliados por meio de 120 questões objetivas, de Conhecimentos Básicos e Específicos, além de uma redação, que versou sobre Atualidades. O prazo de validade inicial do concurso foi de um ano. Na última segunda-feira, dia 15, a ANS foi autorizada a prorrogar a validade da seleção de 2013 por mais um ano, até 24 de setembro de 2015. Atualmente, a ANS paga R$5.791,25 para os técnicos administrativos e R$6.047,25 para os técnicos em regulação, ambos já incluindo os R$373 de auxílio-alimentação. Como as contratações dos classificados só será feita a partir de 2015, é possível que os valores sejam alterados.

Com informações da Folha Dirigida.

Polícia Federal nomeia mais de 750 aprovados em concurso

brasaopf

Ontem foi o grande dia para quem conseguiu ser classificado nos primeiro lugares dos concursos da Polícia Federal para os cargos de agente administrativo, delegado e escrivão. Saiu no Diário Oficial da União, desta terça-feira (19/8), a nomeação de 753 aprovados, confira aqui se seu nome está na lista.

>> Faça AGORA o melhor curso para o próximo certame da PF 2014. <<

Foram 310 agentes distribuídos entre todas as unidades da Federação.

Quem tomar posse receberá salário de R$ 3.316,77 para jornada de 40 horas semanais. O concurso ofereceu, ao todo, 566 vagas a 324.497 candidatos inscritos – concorrência média do certame foi de, aproximadamente, 573 pessoas por chance. As provas objetivas e discursiva foram aplicadas no dia 16 de fevereiro, pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB).

Com informações do CorreioWeb (com edições).

PRF divulga resultado final de concurso para 216 vagas

logo_prf_brasao2

Seleção chegou a ser suspensa após problemas na aplicação do exame.
Vagas são para agente administrativo; salário é de R$ 2 mil.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou o resultado final do concurso para 216 vagas de agente administrativo – nível médio (Veja o resultado abaixo).

Também foram divulgados o resultado final da investigação social e da perícia médica dos candidatos que se declararam com deficiência.

Os resultados foram separados por região e forma divulgados na seguinte ordem: cargo, vaga, número de inscrição e nome do candidato em ordem alfabética.

As respostas aos recursos interpostos contra o resultado provisório na perícia médica dos candidatos que se declararam com deficiência e do resultado provisório da investigação social estarão à disposição dos candidatos a partir da data de publicação do resultado final, no site http://www.funcab.org.

Concurso
Foram 216 vagas para agente administrativo (nível médio), com salário de R$ 2.043,17. Do total das oportunidades, 5% são reservadas para pessoas com deficiência. Ao todo, 259.136 candidatos se inscreveram, concorrência média de 1.199 pessoas por vaga.

O concurso chegou a ser suspenso após problemas durante a aplicação das provas objetivas, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul,quando 415 candidatos de um dos blocos do colégio Dom Bosco, em Campo Grande, não receberam os cadernos de provas na data de aplicação, dia 25 de maio.

A Funcab prestarou esclarecimentos ao Ministério Público Federal de Campo Grande e ao Departamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF) sobre a aplicação da prova, firmou um termo de ajustamento de conduta (TAC) e o exame foi reaplicado, somente para os candidatos prejudicados, em 22 de junho.

A jornada de trabalho é de 40 horas semanais. As oportunidades são para Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Bahia, Pernambuco, Espírito Santo, Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí, Maranhão, Pará, Sergipe, Distrito Federal, Tocantins, Amazonas, Amapá e Roraima.

A validade do concurso será de 2 anos, podendo ser prorrogado uma vez pelo mesmo período.

Com informações do G1.

Polícia Federal divulga resultado final de concurso para 566 vagas

brasaopf

Oportunidades foram de nível médio e superior. 
Concorrência chegou a 573,31 candidatos por vaga.

A Polícia Federal divulgou nesta terça-feira (3/6) o resultado final e o resultado final da perícia médica do concurso para 566 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de nível médio e superior.

>> Veja o resultado final no site do Cespe/UnB <<

O resultado final foi divulgado na seguinte ordem: cargo/localidade de vaga, número de inscrição, nome do candidato em ordem de classificação, nota final e classificação final no concurso público. Os resultados foram separados por cargo.

>> Aproveite e faça AGORA o melhor curso preparatório para o concurso da PF pela internet. <<
pf-agentecomprar-agora

As respostas aos recursos interpostos contra o resultado provisório na perícia médica dos candidatos que se declararam com deficiência estarão à disposição dos candidatos a partir da data de publicação deste edital, no endereço eletrônicowww.cespe.unb.br/concursos/dpf_13_administrativo.

Os cargos de nível superior foram para administrador, arquivista, assistente social, contador, engenheiro (diversas áreas) e psicólogo. Os salários chegam a R$ 5.081,18.

Já para nível médio, as oportunidades foram para agente administrativo, com salário de R$ 3.316,77.

O concurso registrou 324.497 candidatos inscritos. A média geral foi de 573,31 candidatos por vaga. As vagas de agente administrativo (nível médio) registraram o maior número de inscritos, com 318.832 candidatos. Somente para o Distrito Federal são 66.466 candidatos. Já no Rio de Janeiro foram 32.185 inscritos.

As 32 vagas de nível superior são para o Distrito Federal. As 534 vagas de nível médio são para todas as unidades da Federação – 274 são para o Distrito Federal.

A seleção foi realizada em etapa única: provas objetivas para todos os cargos, prova discursiva para cargos de nível superior.

Com informações do G1.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 73.080 outros seguidores