INSS 2015: Saiba o que fazem os Técnicos de Seguro Social (nível médio). Novo Edital sairá em breve!

inss~fbcomprar-agora

Como sempre dizemos: “Fazer o que se gosta é o segredo do sucesso profissional em qualquer carreira“. O famoso conselho, geralmente passado a jovens que ainda escolhem a profissão, vale também para o serviço público. É que o fato de o concurseiro optar por um cargo com atribuições relacionadas ao seu perfil e preferências pode ser um diferencial, tornando a rotina da futura profissão agradável, e fazendo com que haja um bom desempenho à frente dela. Para ter essa certeza, porém, é necessário observar e se informar sobre as funções a serem desempenhadas no órgão público escolhido.

No caso do concurso para Técnico do Seguro Social (nível médio) do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), cujo edital para está previsto para sair nos próximos meses, saber das atividades diárias que exigem o cargo, além das remunerações e vantagens do cargo, é um fator motivacional adicional para os estudos preparatórios.

A tarefa básica do cargo de nível médio, é atender o público que procuro os serviços e assistências da Previdência Social.

A remuneração inicial básica para o cargo é de R$ 5.016,87, incluindo R$ 373 de auxílio-alimentação.

O emprego de perito médico previdenciário terá como requisito o diploma de curso de graduação em medicina e registro regular no conselho regional de medicina. O vencimento anterior de R$ 10.056,80 passou R$ 11.225, se contar com benefícios.

Já a colocação de analista do seguro social necessitará de formação superior em diversas áreas de atuação e registro no respectivo conselho de classe. Salários iniciais aumentaram de R$ 6.509,19 para R$ 7.520,12 com o vale-alimentação.

Escolaridade e pré-requisitos
Certificado de conclusão de curso de nível médio (antigo segundo grau), ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.

Concursos próximos
Como sabemos através do blog do AGORA EAD, o INSS solicitou 4.730 vagas, sendo 2 mil apenas para Técnico do Seguro Social, para quem tem o nível médio, 1.580 de analista do seguro social, de nível superior, e 1.150 de perito médico, para graduados em Medicina.

Remuneração-base

  • R$ 5.016,87. Neste valor são incluídos vantagens próprias de um servidor federal.

Conheça as atribuições do Técnico do Seguro Social

  • Proceder ao reconhecimento inicial, manutenção, recurso e revisão de direitos aos benefícios administrados pelo INSS;
  • Exercer atividades internas e externas ligadas ao suporte e apoio técnico especializado;
  • Executar as atividades de orientação e informação, de acordo com as diretrizes estabelecidas nos atos específicos e outras relacionadas aos fins institucionais do INSS, que venham ser determinadas pela autoridade superior.

Técnico do Seguro Social – INSS
No último concurso para técnico, destaque da seleção, realizado em 2011, os candidatos resolveram 60 questões objetivas, sendo 20 sobre Conhecimentos Gerais (Ética no Serviço Público, Regime Jurídico Único, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Noções de Informática) e 40 sobre Conhecimentos Específicos. A organização coube à Fundação Carlos Chagas (FCC).

Programa do último concurso

CONHECIMENTOS GERAIS

ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO:
Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal: Decreto n.º 1.171/94 e Decreto n.º 6.029/07.

REGIME JURÍDICO ÚNICO:
Lei n.º 8.112/90 e alterações posteriores, direitos e deveres do Servidor Público. O servidor público como agente de desenvolvimento social; Saúde e Qualidade de Vida no Serviço Público.

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL:
1 Direitos e deveres fundamentais: direitos e deveres individuais e coletivos; direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade; direitos sociais; nacionalidade; cidadania; garantias constitucionais individuais; garantias dos direitos coletivos, sociais e políticos. 2 Da Administração Pública (artigos de 37 a 41, capítulo VII, Constituição Federal).

NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO:
1 Estado, governo e administração pública: conceitos, elementos, poderes e organização; natureza, fins e princípios. 2 Direito Administrativo: conceito, fontes e princípios. 3 Organização administrativa da União; administração direta e indireta. 4 Agentes públicos: espécies e classificação; poderes, deveres e prerrogativas; cargo, emprego e função públicos; regime jurídico único: provimento, vacância, remoção, redistribuição e substituição; direitos e vantagens; regime disciplinar; responsabilidade civil, criminal e administrativa. 5 Poderes administrativos: poder hierárquico; poder disciplinar; poder regulamentar; poder de polícia; uso e abuso do poder. 6 Ato administrativo: validade, eficácia; atributos; extinção, desfazimento e sanatória; classificação, espécies e exteriorização; vinculação e discricionariedade. 7 Serviços Públicos; conceito, classificação, regula mentação e controle; forma, meios e requisitos; delegação: concessão, permissão, autorização. 8 Controle e responsabilização da administração: controle administrativo; controle judicial; controle legislativo; responsabilidade civil do Estado. Lei n.º 8.429/92 e alterações posteriores (dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função da administração pública direta, indireta ou fundacional e dá outras providências). 9 Lei n.° 9.784/99 e alterações posteriores (Lei do Processo Administrativo).

LÍNGUA PORTUGUESA:
1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia oficial. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego das classes de palavras. 6 Emprego do sinal indicativo de crase. 7 Sintaxe da oração e do período. 8 Pontuação. 9 Concordância nominal e verbal. 10 Regências nominal e verbal. 11 Significação das palavras. 12 Redação de correspondências oficiais.

RACIOCÍNIO LÓGICO:
1 Conceitos básicos de raciocínio lógico: proposições; valores lógicos das proposições; sentenças abertas; número de linhas da tabela verdade; conectivos; proposições simples; proposições compostas. 2 Tautologia. 3 Operação com conjuntos. 4 Cálculos com porcentagens.

NOÇÕES DE INFORMÁTICA:
1 Conceitos de Internet e intranet. 2 Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet e à intranet. 3 Conceitos e modos de utilização de ferramentas e aplicativos de navegação, de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa. 4 Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática. 5 Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações. 6 Conceitos e modos de utilização de sistemas operacionais Windows e Linux.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

1 Seguridade Social. 1.1 Origem e evolução legislativa no Brasil. 1.2 Conceituação. 1.3 Organização e princípios constitucionais. 2 Legislação Previdenciária. 2.1 Conteúdo, fontes, autonomia. 2.3 Aplicação das normas previdenciárias. 2.3.1 Vigência, hierarquia, interpretação e integração. 3 Regime Geral de Previdência Social. 3.1 Segurados obrigatórios, 3.2 Filiação e inscrição. 3.3 Conceito, características e abrangência: empregado, empregado doméstico, contribuinte individual, trabalhador avulso e segurado especial. 3.4 Segurado facultativo: conceito, características, filiação e inscrição. 3.5 Trabalhadores excluídos do Regime Geral. 4 Empresa e empregador doméstico: conceito previdenciário. 5 Financiamento da Seguridade Social. 5.1 Receitas da União. 5.2 Receitas das contribuições sociais: dos segurados, das empresas, do empregador doméstico, do produtor rural, do clube de futebol profissional, sobre a receita de concursos de prognósticos, receitas de outras fontes. 5.3 Salário-de-contribuição. 5.3.1 Conceito. 5.3.2 Parcelas integrantes e parcelas não-integrantes. 5.3.3 Limites mínimo e máximo. 5.3.4 Proporcionalidade. 5.3.5 Reajustamento. 5.4 Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social. 5.4.1 Competência do INSS e da Secretaria da Receita Federal do Brasil. 5.4.2 Obrigações da empresa e demaiscontribuintes. 5.4.3 Prazo de recolhimento. 5.4.4 Recolhimento fora do prazo: juros, multa e atualização monetária. 6 Decadência e prescrição. 7 Crimes contra a seguridade social. 8 Recurso das decisões administrativas. 9 Plano de Benefícios da Previdência Social: beneficiários, espécies de prestações, benefícios, disposições gerais e específicas, períod os de carência, salário-de-benefício, renda mensal do benefício, reajustamento do valor dos benefícios. 10 Manutenção, perda e restabelecimento da qualidade de segurado. 11 Lei n.° 8.212, de 24/07/1991 e alterações posteriores. 12 Lei n.º 8.213, de 24/07/1991 e alterações posteriores. 13 Decreto n.° 3.048, de 06/05/1999 e alterações posteriores; 14 Lei de Assistência Social – LOAS: conteúdo; fontes e autonomia (Lei n° 8. 742/93 e alterações posteriores; Decreto nº. 6.214/ 07 e alterações posteriores).

Com informações da Fundação Carlos Chagas e INSS.

EBSERH lança concurso público para preenchimento de 846 vagas no HE-UFPEL de Pelotas (RS)

ebserh

Publicado hoje (06/3) no Diário Oficial da União (veja AQUI), editais da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares-EBSERH, para realização de Concurso Público para a contratação do quadro de pessoal, com lotação no Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas – HE-UFPEL, visando ao preenchimento de 846 vagas distribuídas nos seguintes Editais:

  • Edital n.º 02/2015 para preenchimento de 160 vagas na Área Médica;
  • Edital n.º 03/2015 para preenchimento de 577 vagas na Área Assistencial;
  • Edital n.º 04/2015 para preenchimento de 109 vagas na Área Administrativa.

Os concursos ocorrem conforme autorização da Portaria nº 26, do Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, publicada no Diário Oficial da União no dia 20 de Novembro de 2014.

Os Editais Normativos na íntegra e outras publicações referentes ao concurso público em questão estarão disponíveis nos endereços eletrônicos: http://www.institutoaocp.org.br e http://www.ebserh.gov.br na data de 06 de Março de 2015.

ebserh

Serviço
Veja AQUI os editais.

Com informações do Diário Oficial da União.

DEPEN prevê publicação de edital até o fim deste mês

depen-confirmado

Os candidatos que pretendem seguir carreira de agente penitenciário já podem intensificar a rotina de estudos. O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) deve publicar o edital do próximo concurso público até o final deste mês. A informação foi confirmada pelo órgão, que teve seu processo seletivo autorizado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) em 19 de fevereiro.

A autorização é para o preenchimento de 258 oportunidades, sendo 240 para agente penitenciário, oito para especialista e dez para técnico. Para concorrer aos cargos de agente e técnico é necessário ter nível médio. Já aqueles que pretendem ser especialista devem possuir graduação em áreas específicas. No caso de agente também é necessário possuir carteira de habilitação a partir da categoria “B”.

As remunerações iniciais são de R$ 4.874,60 para especialista, R$ 5.092,58 para agente e R$ 3.301,24 para técnicos, todos com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

A última prova para agente penitenciário ocorreu em 2013 e foi composta de duas fases. A primeira de provas objetivas, provas discursivas, exame de aptidão física de caráter eliminatório (somente para o cargo de agente), avaliação médica, psicológica e investigação social. A segunda foi composta pelo curso de formação profissional. Cinco por cento das vagas foram destinadas a pessoas com deficiência. A banca organizadora foi o Cespe/UnB. Ao todo foram registrados 46.340 inscritos para a oferta de 138 vagas.

Ainda de acordo com o projeto básico do concurso, o curso de formação ocorrerá em setembro, e a homologação, em dezembro deste ano.

Agente Penitenciário Federal: veja programa do último concurso

CONHECIMENTOS BÁSICOS

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia oficial. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego das classes de palavras. 6 Emprego/correlação de tempos e modos verbais 7 Emprego do sinal indicativo de crase. 8 Sintaxe da oração e do período. 9 Pontuação. 10 Concordância nominal e verbal. 11 Regência nominal e verbal. 12 Significação das palavras. 13 Redação de Correspondências oficiais (Manual de Redação da Presidência da República). 13.1 Adequação da linguagem ao tipo de documento. 13.2 Adequação do formato do texto ao gênero.

NOÇÕES DE INFORMÁTICA: 1 Noções de sistema operacional Windows. 2 Edição de textos, planilhas e apresentações (ambientes Microsoft Office e BrOffice). 3 Redes de computadores. 3.1 Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e intranet. 3.2 Programas de navegação (Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox). 3.3 Programas de correio eletrônico Outlook Express. 3.4 Sítios de busca e pesquisa na Internet. 3.5 Grupos de discussão. 4 Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. 5 Segurança da informação. 5.1 Procedimentos de segurança. 5.2 Noções de vírus, worms e pragas virtuais. 5.3 Aplicativos para segurança (antivírus, firewall, antispyware etc.). 5.4 Procedimentos de backup.

ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO: 1 Ética e moral. 2 Ética, princípios e valores. 3 Ética e democracia: exercício da cidadania. 4 Ética e função pública. 5 Ética no Setor Público. 5.1 Decreto nº 1.171/ 1994 (Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal).

RACIOCÍNIO LÓGICO: 1 Estruturas lógicas. 2 Lógica de argumentação: analogias, inferências, deduções e conclusões. 3 Lógica sentencial (ou proposicional). 3.1 Proposições simples e compostas. 3.2 Tabelasverdade. 3.3 Equivalências. 3.4 Leis de De Morgan. 3.5 Diagramas lógicos.4 Lógica de primeira ordem. 5 Princípios de contagem e probabilidade. 6 Operações com conjuntos. 7 Raciocínio lógico envolvendo problemas aritméticos, geométricos e matriciais.

ATUALIDADES: 1 Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como segurança, política, economia, sociedade, educação, saúde, , relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL: 1 Constituição. 1.1 Conceito, classificações, princípios fundamentais. 2 Direitos e garantias fundamentais. 2.1 Direitos e deveres individuais e coletivos, direitos sociais, nacionalidade, cidadania, direitos políticos, partidos políticos. 3 Organização político-administrativa. 3.1 União, estados, Distrito Federal, municípios e territórios. 4 Administração pública. 4.1 Disposições gerais, servidores públicos. 5 Poder legislativo. 5.1 Congresso Nacional, Câmara dos Deputados, Senado Federal, Deputados e Senadores. 6 Poder Executivo. 6.1 Atribuições do Presidente da República e dos Ministros de Estado. 7 Poder Judiciário. 7.1 Disposições gerais. 7.2 Órgãos do Poder Judiciário. 7.2.1 Competências. 7.3 Conselho Nacional de Justiça (CNJ). 7.3.1 Composição e competências. 8 Funções essenciais à Justiça. 8.1 Ministério Público, Advocacia e Defensoria Públicas.

NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO: 1 Noções de organização administrativa. 2 Administração direta e indireta, centralizada e descentralizada. 3 Ato administrativo: conceito, requisitos, atributos, classificação e espécies. 4 Agentes públicos. 4.1 Espécies e classificação. 4.2 Cargo, emprego e função públicos. 5 Poderes administrativos. 5.1 Hierárquico, disciplinar, regulamentar e de polícia. 5.2 Uso e abuso do poder. 6 Lei nº8.666/1983 e alterações. 7 Controle e responsabilização da administração. 7.1 Controles administrativo, judicial e legislativo. 7.2 Responsabilidade civil do Estado. Lei nº 8.112/1990 e alterações; Lei nº 8.429/1992 e alterações; Decreto nº 6.049/2007 (Regulamento Penitenciário Federal), Lei nº11.907/2009: Das Carreiras da Área Penitenciária Federal.

NOÇÕES DE DIREITO PENAL: 1 Aplicação da lei penal. 1.1 Princípios da legalidade e da anterioridade. 1.2 A lei penal no tempo e no espaço. 1.3 Tempo e lugar do crime. 1.4 Lei penal excepcional, especial e temporária. 1.5 Territorialidade e extraterritorialidade da lei penal. 1.6 Pena cumprida no estrangeiro. 1.7 Eficácia da sentença estrangeira. 1.8 Contagem de prazo. 1.9 Frações não computáveis da pena. 1.10 Interpretação da lei penal. 1.11 Analogia. 1.12 Irretroatividade da lei penal. 1.13 Conflito aparente de normas penais. 2 Crimes contra a pessoa. 3 Crimes contra o patrimônio. 4 Crimes contra a administração pública. 5 Disposições constitucionais aplicáveis ao direito penal. 5.1 Abuso de autoridade (Lei nº 4.898/1965); Lei de Drogas (Lei nº 11.343/2006); Crimes hediondos; Crimes de tortura (Lei nº 9.455/1997); Estatuto do Desarmamento (Lei nº 10.826/2003).

NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL: 1 Aplicação da lei processual no tempo, no espaço e em relação às pessoas. 1.1 Disposições preliminares do Código de Processo Penal. 2 Inquérito policial. 3 Ação penal. 4 Prisão e liberdade provisória. 4.1 Lei nº 7.960/1989 (prisão temporária). 5 Processo e julgamento dos crimes de responsabilidade dos funcionários públicos. 6 O habeas corpus e seu processo. 7 Disposições constitucionais aplicáveis ao direito processual penal. 7.1 Lei nº 11.671/2008 (Inclusão de presos em estabelecimentos penais federais), Decreto nº 6.877/2008 (Dispõe sobre a inclusão de presos em estabelecimentos penais federais de segurança máxima ou a sua transferência para aqueles estabelecimentos).

TÓPICOS DE DIREITOS HUMANOS: 1 Declaração Universal dos Direitos Humanos (adotada e proclamada pela Resolução 217-A (III) – da Assembleia Geral das Nações Unidas, em 10 de dezembro de 1948). 2 Os Direitos Humanos na Constituição Federal de 1988 (artigos 5.º ao 15.º). 3 Regra mínimas para o tratamento de pessoas presas, da ONU. 4 Programa Nacional de Direitos Human os (PNHD-3), Decreto nº 7.037/2009 e alterações.

Com informações do CESPE-UnB e do CorreioWeb.

DPU confirma publicação de novo edital até o final de março

banner-dpu-confirmado

A Defensoria Pública da União (DPU) confirmou que mantém a previsão de abertura do novo concurso até o fim deste mês. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) foi escolhido para organizar o certame. Apesar da proximidade do lançamento do edital, o órgão não divulgou a quantidade de vagas, cargos e remunerações que serão oferecidas.

concurso-dpu

comprar-agora

O concurso será para todos os estados, englobando as mesmas carreiras da seleção anterior da área administrativa, realizada em 2010. Também está certo que a aplicação das provas será feita nas 26 capitais e no Distrito Federal.

As oportunidades serão para quem possui ensino médio e nível superior, com iniciais, respectivamente, de R$ 3.191,02 e R$ 4.620,82, todos com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Para quem possui ensino médio, as oportunidades serão para o cargo de agente administrativo. Cabe ao servidor executar atividades administrativas, de nível intermediário, relativas às atribuições legais da defensoria.

Para nível superior, as opções deverão ser para os cargos de analista técnico administrativo, arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais e técnico em comunicação nas áreas de jornalismo, relações públicas e publicidade e propaganda.

As taxas já estão definidas e serão de R$ 70 para agente administrativo e R$ 100 para os demais cargos.

Último concurso
No concurso de 2010 foram registrados 83.877 inscritos para a oferta de 311 vagas. A seleção também foi organizada pelo Cespe/UnB. Somente para agente administrativo foram 42.077 inscritos, para a oferta de 70 vagas, em todo o país. Para todas as carreiras, o concurso contou com 80 questões, sendo 30 de conhecimentos básicos e 50 de conhecimentos específicos. No caso de conhecimentos básicos, para todos os cargos foram cobrados temas de língua portuguesa, noções de informática, legislação relacionada à defensoria pública, direito constitucional e direito administrativo.

Com informações do CorreioWeb e GC.

Dicas AGORA EAD: Quando (e como!) é possível conciliar a preparação para dois ou mais concursos?

concursos-confirmados

A regra de ouro de uma preparação para concursos públicos, que temos comentado repetidas vezes, é que o candidato deve escolher uma área e iniciar o estudo pelas matérias básicas. Desta forma, quando sair o edital de um concurso da área de interesse, terá boa parte do conteúdo adiantada.

Mas sabemos que, de maneira geral, o candidato está sempre de olho em algum concurso específico, cujo edital está mais perto de ser publicado. E aí, em tempos de notícias de possíveis atrasos em concursos, surge a dúvida: dá para conciliar mais de uma preparação?

A resposta é: depende. Em alguns casos muito específicos, sim, é possível – veja os exemplos abaixo. Mas é preciso muito cuidado na hora de tomar essa decisão para não querer dois e terminar ficando sem nenhum.

bb-novo

Grande interseção de matérias
Quando os dois concursos têm a maior parte das disciplinas em comum é possível pensar em fazer uma preparação conjunta. É o caso de dois concursos para tribunal (mesmo cargo) ou um para Caixa Econômica e outro para o Banco do Brasil, por exemplo (inclua também a preparação para o concurso confirmado do BANRISUL).

Concurso “contido” em outro
Outra possibilidade de estudar para dois concursos simultaneamente ocorre no caso de um concurso mais complexo e outro menos complexo, ambos para o mesmo órgão. Observa-se que quase todas as matérias do concurso mais simples estão também no conteúdo a ser cobrado no outro, com acréscimo de apenas alguma disciplina não muito difícil.

Acontece em cargos de nível médio e superior da mesma área, para o mesmo órgão ou instituição – dois cargos em secretaria de fazenda estadual ou municipal; ou técnico e analista do INSS, para citar alguns – ou até de mesmo nível de escolaridade, sendo que um deles cobra número menor de matérias – auditor e técnico da Receita Federal é um exemplo.

Nesses casos, a preparação deve estar sempre focada no concurso mais complexo, com o acréscimo necessário das matérias complementares do outro concurso.

inss~fb

Bom conhecimento em muitas disciplinas
Depois de muito tempo se preparando de forma séria e adequada, o candidato ganha segurança em um leque bastante vasto de matérias. A participação em diversos concursos, mesmo que culmine em reprovações, serve para ampliar o número de disciplinas em que o conhecimento vai se tornando bem sedimentado.

Lembrando sempre que deve haver uma lógica na escolha de concursos dos quais participar, respeitando-se a área de interesse. Fazer isso de forma caótica resultará em perda de tempo, em vez de aprendizado.

Dessa forma, se houver interesse e necessidade (urgência financeira), é possível lançar-se ao estudo de um edital novo, mesmo que um pouco fora do foco da preparação, caso só seja necessário incluir uma disciplina específica de pouca complexidade.

trt-rs

CUIDADOS ESPECIAIS

1. Checar tópicos
É preciso verificar os tópicos cobrados em cada disciplina, para ter certeza de que realmente há boa coincidência entre eles, e não só no nome das disciplinas. Este cuidado também evitará a surpresa de descobrir que, sob o título de uma disciplina, há assuntos de outras duas ou três. Isso acontece muito em matemática que, não raro, pode incluir matemática financeira, raciocínio lógico e estatística.

2. Planejar o tempo de estudo
É muito importante avaliar se o tempo disponível para estudar será suficiente para incluir o segundo concurso mantendo a qualidade da preparação dos dois. Caso contrário, as chances de aprovação estarão sendo reduzidas à metade – ou à impossibilidade, o que é ainda pior.

3. Focar na primeira prova
A boa estratégia de distribuição de matérias pelos períodos de estudo é essencial para o sucesso dessa empreitada. Deverá ser considerado o peso que cada uma delas deve ter nas provas, o grau de conhecimento do candidato em relação a cada matéria e, se os editais estiverem publicados, o candidato deverá priorizar as matérias comuns e ainda dar especial atenção àquelas que constarão da primeira prova, já que depois será possível dedicar-se totalmente às matérias do segundo concurso.

Considerando-se tudo isso, peço apenas que você não se deixe levar pela ansiedade de “agarrar todos os editais” (presente na maioria dos candidatos, e não sem motivo) e desejo que você tenha lucidez nas suas decisões.

fb-banner

Com informações do G1.

BB 2015: Saiba o que fazem os Escriturários. Novo Edital sairá em breve!

bb-novo

comprar-agora

Fazer o que se gosta é o segredo do sucesso profissional em qualquer carreira. O famoso conselho, geralmente passado a jovens que ainda escolhem a profissão, vale também para o serviço público. É que o fato de o concurseiro optar por um cargo com atribuições relacionadas ao seu perfil e preferências pode ser um diferencial, tornando a rotina da futura profissão agradável, e fazendo com que haja um bom desempenho à frente dela. Para ter essa certeza, porém, é necessário observar e se informar sobre as funções a serem desempenhadas no órgão público escolhido. No caso do concurso para escriturário do Banco do Brasil (BB), cujo edital para o Rio de Janeiro está previsto para sair em abril ou maio, saber o que irá fazer dentro da empresa pode tornar-se um fator motivacional para estudar.

A tarefa básica do cargo de nível médio, é atender o público. Há ainda outras funções, tais como comercializar produtos e serviços do BB e atuar nos caixas, além de manter contatos com clientes e prestar informações. A lista de atribuições, porém, não termina por aí. Há também tarefas não tão conhecidas, tais como redação de correspondências em geral, conferência de relatórios e documentos, controles estatísticos, atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados, além da execução de outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo.

Tradicionalmente, os funcionários ingressam no BB atuando como atendentes ou caixas e, aos poucos, vão tomando conhecimento das demais funções. O que torna o cargo atrativo, no entanto, é a possibilidade de ascensão profissional e a chance de tornar-se, no futuro, um gerente ou executivo do banco, assim como aconteceu com o atual presidente do BB, Alexandre Abreu, e com o diretor de Gestão de Pessoas, Carlos Netto.

Os interessados devem ter em mente também o bom rendimento que a função proporciona: R$3.280, somando salário-base de R$2.227,26, ajuda-alimentação de R$572, vale-refeição de R$431,16 e vale-cultura de R$50. Além disso, os funcionários do BB têm direito a participação nos lucros ou resultados, vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência, plano odontológico, assistência médica (planos de saúde), previdência privada e participação no Programa de Qualidade de Vida no Trabalho.

Concursos próximos
A oportunidade para ter acesso a tantas vantagens ocorrerá em abril ou maio, quando deverá ser publicado o edital da seleção, que incluirá o Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro. O concurso já está sendo preparado pela empresa, conforme informou o diretor de Gestão de Pessoas, Carlos Netto. O que já está confirmado é a estrutura e o programa do concurso. Os candidatos serão avaliados por meio de 70 questões objetivas, sendo 25 de Conhecimentos Básicos e 45 de Conhecimentos Específicos. Já a redação, será do tipo dissertativo-argumentativo, e terá entre 25 e 30 linhas. Além do RS e RJ, a próxima seleção contemplará o Amazonas (parte do estado), Espírito Santo, Minas Gerais (parte), Santa Catarina (parte). O BB contrata pelo regime celetista.

Remuneração-base

  • R$3.280,24

Veja algumas vantagens de ser servidor do BB

  • Cesta alimentação: R$572
  • Vale-refeição: R$431,16
  • Vale-cultura: R$50
  • Participação nos lucros
  • Auxílio-creche
  • Auxílio a filho com deficiência
  • Assistência médica
  • Plano odontológico
  • Previdência privada
  • Possibilidade de crescimento profissional

Conheça as atribuições do escriturário

  • Comercialização de produtos e serviços do Banco do Brasil;
  • Atendimento ao público, atuação no caixa (quando necessário);
  • Contatos com clientes;
  • Prestação de informações aos clientes e usuários;
  • Redação de correspondências em geral;
  • Conferência de relatórios e documentos;
  • Controles estatísticos;
  • Atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados;
  • Execução de outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo, compatíveis com as peculiaridades do Banco do Brasil.

Com informações da Folha Dirigida.

Correios 2015: Concursos confirmados para níveis médio e superior

ect-confirmado

Os Correios confirmam que o próximo processo seletivo terá chances para as colocações de carteiro, operador de triagem e transbordo, atendente comercial e analista. Com exceção do analista, que necessita nível superior, os demais empregos requerem ensino médio completo.

Os vencimentos partem de R$ 1.084,35 e chegam a R$ 4.039,75, sem o acréscimo dos benefícios. Além dos salários, os Correios oferecem vale-alimentação de R$ 27 por dia, cesta-básica de R$ 158, plano medicamento, auxílio-creche ou auxílio-babá, auxílio para filhos dependentes pessoa com deficiência, assistência médica e odontológica ambulatorial extensiva aos seus dependentes legais e vale-cultura, plano de carreira estruturado e possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional.

correios3

comprar-agora

Nesta semana, a assessoria de comunicação dos Correios confirmou tal informação por meio da seguinte nota: “Os Correios estão realizando levantamento de necessidade de pessoal para a realização de concurso público para contratações por prazo determinado. O edital deverá ser divulgado ainda neste primeiro semestre. Ainda não temos a definição do número de vagas“. O único problema é que tal nota mostra que a nova seleção será para caráter temporário, o que os sindicatos pleiteiam para que não ocorram mais.

Defasagem de pessoal
Somente na microrregião de Campinas há mais 2,5 milhões de cartas paradas. Para o Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos de Campinas, o órgão necessita de pelo menos 2.000 profissionais na região, sendo 1.400 carteiros.

Os Correios percebem a falta de trabalhadores desde que a Justiça impediu que os contratos dos terceirizados fossem renovados. Uma solução para o problema seria a realização do tão aguardado concurso público.

O superintendente de gestão de pessoas dos Correios, Afonso Oliveira de Almeida, disse que “na reivindicação da regional [de Campinas] o déficit é de 478, nós vamos nos acertar para ver qual é o número correto para poder publicar o edital”.

Histórico
Nas últimas vezes, a assessoria de imprensa da ECT divulgou que a empresa está planejando a realização do processo seletivo e que não há informações precisas sobre o edital.

Em 2014, a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) apontou que a ECT tem um grande índice de defasagem de pessoal. A instituição divulgou que os Correios têm uma carência de 70 mil funcionários, sendo que, desse total, estão inclusos 30 mil profissionais terceirizados a serem substituídos.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos não tem se manifestado sobre o assunto e, devido a isso, os sindicatos estão se mobilizando para conquistar a abertura do novo concurso, além de melhores condições de trabalho.

O Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do Rio Grande do Sul (Sintect/RS) quer que a ECT contrate 40 mil profissionais em âmbito nacional. Em seu site, o sindicato diz o seguinte: “lutar por concurso público é uma necessidade urgente, pois o próximo passo depois de precarizar os serviços com medidas como a entrega alternada, de destruir nosso plano de saúde, saquear o plano de previdência é justamente cortar custos com quem de fato carrega essa empresa nas costas, os trabalhadores e trabalhadoras”.

De acordo com o secretário de Imprensa, Divulgação, Cultura e Eventos do Sintect/RS, Nilson Baldez, os Correios precisam abrir o mais rápido possível um novo concurso, principalmente, para a função de carteiro. Baldez comentou que nos últimos meses muitos servidores saíram do órgão por aderirem ao Plano de Demissão Voluntária, o que provocou aumento na defasagem de pessoal.

O secretário de imprensa do Sintect/RS ainda explicou que muitos carteiros estão afastados por doenças e, junto com a falta de profissionais, isso acarreta no atraso das correspondências, principalmente, nas faturas.

Outro ponto que os sindicatos dos trabalhadores dos Correios vêm discutindo está relacionado à contratação de profissionais temporários, ao invés de efetivos, por meio de processos seletivos.

Substituição dos terceirizados
O Ministério Público do Trabalho (MPT) entrou na Justiça, em 2013, após a constatação de que os Correios contratam profissionais terceirizados para atuar em cargos efetivos. Na Ação Civil Pública (ACP), o MPT questionou a ECT sobre a não-convocação dos candidatos classificados no cadastro reserva da última seleção, que ocorreu em 2011.

Inicialmente, a audiência do julgamento da ação ocorreria em 15 de abril, mas foi remarcada várias vezes, na seguinte ordem: 22 de maio, 13 de junho, 4 de julho, 2 de outubro, 29 de outubro e 19 de novembro.

No dia 19 de novembro de 2014, a juíza Audrey Choucair Vaz, da 15ª Vara, prorrogou a validade do concurso público de 2011 e determinou que os Correios apresentassem em até seis meses um estudo com o dimensionamento de seu quadro de pessoal. A partir dos dados levantados, a ECT deveria fazer as contratações necessárias que estariam no documento; a princípio, tais vagas seriam preenchidas pelos concursandos da seleção de 2011, mas se o número de aprovados for menor, os postos vagos deveriam ir para novo concurso.

De acordo com a magistrada, a prorrogação foi deferida com o seguinte argumento: “a despeito de tais candidatos terem se submetido a concurso público para formação de cadastro de reserva, tal modalidade de concurso pressupõe que, havendo a necessidade permanente de pessoal, aqueles aprovados no cadastro de reserva serão chamados para formalização do contrato de trabalho”. Para chegar à sentença, a juíza se baseou no fato de que a contratação de trabalhadores terceirizados pode ocorrer por prazo definido ou transitório e não como vinha acontecendo, pois os terceirizados ocupavam os postos por tempo indeterminado.

Em dezembro do ano passado, o departamento de imprensa dos Correios havia informado que a empresa apresentou um embargo declaratório à Justiça om a finalidade de esclarecer alguns postos da decisão. Somente após a análise deste recurso a ECT encaminhará outro para, de fato, pleitear reforma da sentença.

Novo concurso dos Correios
Anteriormente, os Correios haviam confirmado que o próximo processo seletivo terá chances para as colocações de carteiro, operador de triagem e transbordo, atendente comercial e analista. Com exceção do analista, que necessita nível superior, os demais empregos requerem ensino médio completo.

Os vencimentos partem de R$ 1.084,35 e chegam a R$ 4.039,75, sem o acréscimo dos benefícios. Além dos salários, os Correios oferecem vale-alimentação de R$ 27 por dia, cesta-básica de R$ 158, plano medicamento, auxílio-creche ou auxílio-babá, auxílio para filhos dependentes pessoa com deficiência, assistência médica e odontológica ambulatorial extensiva aos seus dependentes legais e vale-cultura, plano de carreira estruturado e possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional.

Última seleção dos Correios
Os Correios lançaram, em 2011, um edital com 9.190 oportunidades distribuídas entre as carreiras de carteiro, atendente, operador de triagem e transbordo, analista de correios, médico do trabalho, auxiliar de enfermagem do trabalho, técnico em segurança do trabalho, analista de saúde, engenheiro de segurança do trabalho e enfermeiro do trabalho.

As vagas foram lotadas em todos os Estados brasileiros e as remunerações iniciais oscilaram entre R$ 1.003,57 e R$ 3.211,58, sem incluir os benefícios oferecidos pela instituição.

Organizado pelo Cespe/UnB, este último processo seletivo dos Correios constou de provas objetivas compostas de 120 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos – divididas nos temas de língua portuguesa, inglês (para alguns cargos), informática e administração pública – e 70 de conhecimentos específicos. Veja abaixo o último edital e as provas aplicadas no último certame.

Programas, editais e provas do último concurso da ECT-Correios

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Ortografia oficial. 3 Acentuação gráfica. 4 Emprego das classes de palavras: nome pronome, verbo, preposições e conjunções. 5 Emprego do sinal indicativo de crase. 6 Sintaxe da oração e do período. 7 Pontuação. 8 Concordância nominal e verbal. 9 Regência nominal e verbal. 10 Significação das palavras. 11 Formação de palavras.

MATEMÁTICA: 1 Números relativos inteiros e fracionários, operações e propriedades. 2 Múltiplos e divisores, máximo divisor comum e mínimo múltiplo comum. 3 Números reais. 4 Expressões numéricas. 5 Equações e sistemas de equações de 1º grau. 6 Sistemas de medida de tempo. 7 Sistema métrico decimal. 8 Números e grandezas diretamente e inversamente proporcionais. 9 Regra de três simples. 10 Porcentagem. 11 Taxas de juros simples e compostas, capital, montante e desconto. 12 Princípios de geometria: perímetro, área e volume.

INFORMÁTICA: 1 Conceitos básicos de computação. 2 Componentes de hardware e software de computadores. 3 Sistema operacional Windows (XP e VISTA). 4 Conhecimentos de Word, Excel, PowerPoint. 5 Internet: conceitos, navegadores, tecnologias e serviços.

>> Veja AQUI o último Edital dso Correios (Cespe-UnB) <<

05/07/11 Gabarito definitivo – Tipo 1 – OTT
05/07/11 Gabarito definitivo – Tipo 1 – Carteiro
05/07/11 Gabarito definitivo – Atendente Comercial – Tipo I
17/05/11 Caderno de questões – Tipo 1 – OTT
17/05/11 Caderno de questões – Tipo 1 – Carteiro
16/05/11 Caderno de questões – Atendente Comercial – Tipo I

correios3

comprar-agora

Sobre os Correios
Os Correios tiveram sua origem no Brasil em 25 de janeiro de 1663, com a criação do Correio-Mor no Rio de Janeiro, então capital da Colônia. Em 1931 o decreto 20.859, de 26 de dezembro de 1931 funde a Diretoria Geral dos Correios com a Repartição Geral dos Telégrafos e cria o Departamento dos Correios e Telégrafos.

A ECT foi criada a 20 de março de 1969, como empresa pública vinculada ao Ministério das Comunicações mediante a transformação da autarquia federal que era, então, Departamento de Correios e Telégrafos (DCT).

Nos anos que se seguiram, vários serviços foram sendo incorporados ao portfólio da empresa. Além dos tradicionais serviços de cartas, malotes, selos e telegramas, entre os novos serviços podem ser destacados os pertencentes à família Sedex, serviço de encomendas expressas.

Impulsionados pelas mudanças tecnológicas, econômicas e sociais, os Correios iniciaram em 2011 um profundo processo de modernização. Com a sanção da Lei 12.490/11, a empresa teve seu campo de atuação ampliado e foi dotada de ferramentas modernas de gestão corporativa para enfrentar a concorrência.

Com a nova lei, os Correios podem atuar no exterior e nos segmentos postais de serviços eletrônicos, financeiros e de logística integrada; constituir subsidiárias, adquirir controle ou participação acionária em empresas já estabelecidas e firmar parcerias comerciais que agreguem valor a sua marca e a sua rede de atendimento.

Ao todo são mais de cem produtos e serviços oferecidos pela maior empregadora do Brasil (no início de 2008 com mais de 109 mil empregados próprios, além dos terceirizados), sendo a única empresa a estar presente em todos os municípios do país, com uma vasta rede de unidades próprias e franqueadas. Diversos dos produtos e serviços da ECT podem ainda ser adquiridos pela internet.

Com informações do CESPE-UnC e JCConcursos.

BRDE escolhe banca organizadora para novo concurso público

logo-brde

Foi divulgada no Diário Oficial do Rio Grande do Sul desta segunda-feira, dia 2 de março, a autorização de dispensa de licitação para escolha da empresa que irá organizador o próximo concurso do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). A escolhida foi a Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências (Fundatec). Segundo o banco, ainda serão definidos cargos, vagas e data de divulgação do edital.

O último concurso público da instituição foi realizado em 2011, pela AOCP Concursos Públicos. Na ocasião, foram 13 vagas imediatas e cadastro de reserva para os níveis médio e superior, em oito cargos distintos. Alguns cargos foram para lotação Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre, enquanto outros apenas para Porto Alegre. A carga de trabalho foi de 30 horas semanais para todos. No nível médio, a chance foi para assistente administrativo, com remuneração inicial de R$1.651,93 e média mensal de R$1.906,07.

Para formação superior, as vagas foram para os cargos de analista de projetos nas áreas Jurídica, Econômico-Financeira, Engenharia e Agronomia, e analista de sistemas subáreas Desenvolvimento de Sistemas, Suporte e Administração de Banco de Dados. A remuneração inicial foi R$4.150,59 e a média mensal, R$4.789,14. O banco ainda ofereceu uma série de benefícios como vale transporte, assistência alimentar de R$710,26, auxílio-creche, assistências saúde e odontológica, prêmio assiduidade, participação nos lucros, incentivo a curso de línguas estrangeiras e à pós-graduação, auxílio funeral e previdência privada.

A contratação foi no regime celetista e a validade do concurso de dois anos, de julho de 2012 a julho de 2014, prorrogada pelo mesmo período, até julho de 2016. A seleção foi composta por prova objetiva para todos o cargos, além de discursiva e avaliação de títulos apenas para o nível superior. O BRDE é responsável por promover e liderar ações de fomento ao desenvolvimento econômico e social na Região Sul, e é também referência em finaciamentos para investimentos.

Com informações da Folha Dirigida.

Veja os concursos públicos com inscrições abertas no RS

rs

Estão abertas as inscrições para os seguintes concursos públicos no Estado do Rio Grande do Sul: Prefeitura de Canoas, São Valentim, Conselho Regional de Odontologia do Rio Grande do Sul, Prefeitura de Viadutos e Grupamento de Fuzileiros Navais do Rio Grande. Juntas, as quatro seleções totalizam centenas de vagas. Há cargos para todos os níveis de escolaridade, com salários de até R$ 8,3 mil.

Prefeitura Municipal de Canoas

Editais disponíveis no sítio da Fundação La Salle.

Inscrições: de 23 de fevereiro a 06 de abril de 2015.

Remunerações iniciais entre R$ 2.800 a R$ 10.500.

  • Cargos de nível SUPERIOR
    Analista Municipal I/Gestor Administrativo;
    Analista Municipal I/Gestor Contábil – Financeiro;
    Analista Municipal I/Nutricionista;
    Analista Municipal I/Psicólogo;
    Analista Municipal I/Profissional de Educação Física;
    Analista Municipal I/Biólogo;
    Analista Municipal I/Assistente Social;
    Analista Municipal I/ Veterinário;
    Analista Municipal I/Bibliotecário;
    Analista Municipal I/Gestor de Políticas Públicas;
    Analista Municipal II/Engenheiro Ambiental;
    Analista Municipal II/Engenheiro Sanitarista;
    Analista Municipal II/Engenheiro Civil;
    Analista Municipal II/Engenheiro Eletricista;
    Analista Municipal II/Engenheiro Agrônomo;
    Analista Municipal II/Engenheiro Mecânico;
    Analista Municipal II/Engenheiro Químico;
    Analista Municipal II/Engenheiro de Tráfego;
    Analista Municipal II/Engenheiro Cartógrafo;
    Analista Municipal II/Engenheiro de Segurança do Trabalho;
    Analista Municipal II/Arquiteto Urbanista;
    Analista Municipal II/Geólogo;
    Especialista Municipal/Procurador Municipal
    Especialista Municipal/Especialista de Políticas Públicas em Saúde
  • Cargos de nível MÉDIO/TÉCNICO
    Técnico Municipal/Técnico Administrativo;
    Técnico Municipal/Técnico em Fiscalização;
    Técnico Municipal/Técnico em Trânsito e Transportes;
    Técnico Municipal/Técnico em Condução e Operação de Veículos e Máquinas;
    Técnico Municipal/Técnico Ambiental;
    Técnico Municipal/Técnico em Urbanismo e Edificações;
    Técnico Municipal/Técnico em Manutenção
    Técnico Municipal/Técnico em Segurança do Trabalho

Prefeitura Municipal de São Valentim

Vagas imediatas: 21
Nível de escolaridade: todos os níveis.
Cargos: agente comunitário de saúde, auxiliar administrativo, auxiliar do setor de pessoal, encarregado do setor de informática, farmacêutico, fisioterapeuta, lavador, médico ESF, médico veterinário, motorista de veículos leves, nutricionista, operário, psicólogo, professor (pedagogo, português, inglês e matemática), servente, técnico em enfermagem e vigilante ambiental. Também há cadastro reserva de professor de história.
Salários: de R$ 736,16 a R$ 8.341,80.
Inscrições: até o dia 24 de março  pelo site www.sigmaconsultoriasc.com.br, no qual também é possível conferir o edital do concurso.
Taxa de inscrição: de R$ 50 a R$ 100.
Data da prova: 4 de abril.

Conselho Regional de Odontologia do Rio Grande do Sul (CRO/RS)

Vagas imediatas: 2
Nível de escolaridade: médio, técnico e superior.
Cargos: agente administrativo e assessor jurídico. Para formação de cadastro reserva, há vagas de fiscal, telefonista, técnico em tecnologia da informação, assessor de imprensa e secretário adjunto.
Salários: de R$ 975,40 a R$ 3.820,61.
Inscrições: até o dia 30 de março pelo site fundacaolasalle.org.br/concursos, no qual também é possível conferir o edital do concurso.
Taxa de inscrição: de R$ 60 a R$ 100.
Data da prova: 24 de maio.

Prefeitura Municipal de Viadutos

Vagas imediatas: 20
Nível de escolaridade: todos os níveis.
Cargos: agente comunitário de saúde, assistente social, atendente de creche, auxiliar em saúde bucal, bibliotecário, carpinteiro/pintor, eletricista, enfermeiro (PSF), fisioterapeuta, especialista, médico, operador de máquinas, operário, pedreiro, professor de artes, professor de educação especial, professor de educação infantil, servente e técnico em enfermagem. Ainda há a vaga de motoristas para formação de cadastro reserva.
Salários: de R$ 772,07 a R$ 4.919,39.
Inscrições: até o dia 31 de março pelo site www.sigmaconsultoriasc.com.br, no qual também é possível conferir o edital do concurso.
Taxa de inscrição: de R$ 50 a R$ 100.
Data da prova: 18 de abril.

Grupamento de Fuzileiros Navais do Rio Grande

Vagas imediatas: 74
Nível de escolaridade: fundamental. Podem participar homens com altura entre 1,54m e 2m e idade entre 18 e 21 anos referenciados em 1º de janeiro de 2016.
Cargos: soldados fuzileiros navais para as turmas I e II de 2016.
Salários: a bolsa durante o curso de formação é de R$ 642,00. Após conclusão, a remuneração inicial é de R$ 1.587.
Taxa de inscrição: R$ 12.
Data da prova escrita: 26 de maio.
Inscrições: até o dia 30 de março pelo site www.mar.mil.br/cgcfn, no qual também é possível conferir o edital do concurso, e nas seguintes localidades:

Porto Alegre
Delegacia da Capitania dos Portos em Porto Alegre – Rua dos Andradas, nº 386 – Centro. Telefone: (51) 3226-1711, ramais 211 e 335.

Rio Grande
Comando do 5º Distrito Naval – Rua Almirante Cerqueira e Souza, nº 197. Telefone: (53) 3233-6106.

Uruguaiana
Delegacia Fluvial de Uruguaiana – Rua Domingos de Almeida, nº 1.194, Centro – Telefone: (55) 3412-1088 ou 3412-2337.

Com informações da Zero Hora.

Banco do Brasil: novo concurso a partir de maio

bb

Edital de concurso trará vagas para os Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Amazonas. Exigência de ensino médio e inicial de R$ 3.280.

Após a aplicação das provas do concurso para escriturário do Banco do Brasil em 15 estados, marcada para o próximo dia 15 de março, a instituição deve intensificar os esforços para a liberação do segundo edital para o cargo em 2015. O número de oportunidades para cadastro ainda deverá ser confirmado. Porém, levando em consideração que o prazo de validade do certame anterior para as respectivas regiões encerra em 26 de setembro e que o banco tem por costume liberar novos editais com antecedência de aproximadamente quatro meses do término da validade, a expectativa é de que a liberação possa ocorrer a partir de maio.

concurso-banco-do-brasil-escriturario

comprar-agora

No caso de São Paulo, quem aguarda uma oportunidade deve ter um pouco mais de paciência, uma vez que o prazo de validade do último concurso vai até abril de 2015, podendo ser prorrogado uma vez, por mais um ano.

Para concorrer ao cargo, basta possuir ensino médio. A remuneração inicial da categoria é de R$ 3.280,42, incluindo salário de R$ 2.227,26; ajuda alimentação de R$ 572, vale-refeição de R$ 431,16 e vale cultura de R$ 50.

Como benefícios, o Banco do Brasil também oferece possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional, participação nos lucros e resultados, vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência, plano odontológico, assistência médica e previdência privada.

Atribuições
Cabe ao servidor a comercialização de produtos e serviços do banco, atendimento ao público, atuação no caixa (eventualmente), contato com clientes, prestação de informações aos clientes e usuários, redação de correspondências em geral, conferência de relatórios e documentos, controles estatísticos, atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados e execução de outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo

Provas
Os interessados em concorrer no próximo concurso já podem ir se preparando, com base no conteúdo programático do certame em andamento, que está sendo organizado pela Fundação Cesgranrio.

A avaliação é composta de 70 questões objetivas, sendo 25 de conhecimentos básicos e 45 de conhecimentos específicos. A parte de conhecimentos básicos conta com temas sobre língua portuguesa (dez questões), raciocínio lógico-matemático (dez) e atualidade do mercado financeiro (cinco). Já em conhecimentos específicos, cultura organizacional (cinco), técnicas de vendas (dez), atendimento (dez), domínio produtivo da informática (cinco), conhecimentos bancários (dez) e língua inglesa (cinco).

Os candidatos também são submetidos a uma redação.

Os aprovados ainda passam por perícia médica e procedimentos admissionais, de caráter eliminatório.

A instituição
O Banco do Brasil é uma instituição financeira constituída na forma de sociedade de economia mista, com participação da união brasileira em 68,7% das ações. Juntamente com a Caixa Econômica Federal, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, o Banco da Amazônia e o Banco do Nordeste, o BB é um dos cinco bancos estatais do governo brasileiro.

Segundo dados do próprio banco, a empresa possui 15.133 postos de atendimento, distribuídos pelo país, entre agências e postos, sendo que 95% de suas agências possuem salas de autoatendimento, que funcionam além do expediente bancário. Possui, ainda, opções de acesso via internet, telefone e celular.

Possui mais de 5.000 agências, estando presente na maioria dos municípios do país, com uma estrutura de mais de 110 mil funcionários, além de 10 mil estagiários, 5.000 contratados temporários e 4.800 adolescentes trabalhando.

Com informações do JCConcursos.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 66.785 outros seguidores