Arquivos do Blog

PRF 2014: Edital na próxima semana para 216 vagas de Agente Administrativo (nível médio). Remuneração inicial de R$3.689,77.

logo_prf_brasao2

Chegou ao fim a expectativa pela definição da organizadora do concurso para 216 vagas de Agente Administrativo da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Nesta sexta-feira, dia 4/4, foi publicado no Diário Oficial da União o extrato de dispensa de licitação, que aponta a escolha da Funcab como organizadora do processo seletivo. No fim da tarde, a PRF anunciou, por meio de seu perfil em uma rede social, que o edital será divulgado até a próxima terça, dia 8, com as provas sendo aplicadas em 45 dias (provavelmente, em 25 de maio). Ainda segundo o órgão, o concurso será homologado até 30 de junho, possibilitando a nomeação dos aprovados ainda este ano, conforme a legislação eleitoral. A seleção será voltada para aqueles que possuem o ensino médio completo. A remuneração inicial do cargo de agente administrativo é de R$3.689,77, incluindo o auxílio-alimentação, de R$373.

Além disso, as contratações são pelo regime estatutário, que dá direito à estabilidade. A carga de trabalho é de 40 horas semanais. Como já informou a chefe da comissão do concurso, Geovana Alves, as vagas da seleção deverão ser distribuídas pela maioria das unidades da federação. A seleção será composta por provas objetivas e investigação social e/ou funcional. A intenção da PRF é aplicar as provas em todas as capitais. No primeiro concurso realizado para a área de apoio da PRF, em 2012, as provas de agente administrativo versaram sobre Língua Portuguesa, Ética e Conduta Pública, Legislação Relativa à PRF, Noções de Informática, de Matemática, de Direito Constitucional, de Direito Administrativo e de Estatística. Já foi informado, porém, que o programa do cargo deverá sofrer algumas alterações. Não foi antecipado se haverá inclusão ou exclusão de disciplinas.

>> Faça AGORA o melhor curso preparatório pela internet. <<

logo

Pelo tempo restante, era pouco provável que a PRF conseguisse homologar o concurso até 5 de julho (daqui a três meses), para que os aprovados possam ser nomeados ainda este ano, como determina a legislação eleitoral, tendo em vista a necessidade de observar um intervalo mínimo de 60 dias entre a divulgação do edital e a aplicação das provas. Porém, conforme o que foi anunciado nesta sexta, o órgão conseguiu reduzir esse intervalo mínimo para 45 dias. Em 2012, a Polícia Federal (PF) também conseguiu a redução do prazo no concurso para o cargo de agente, tendo sindo necessária a autorização do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. A seleção da PRF visa à substituição de terceirizados irregulares, que, segundo o chefe de Recursos Humanos do departamento, inspetor Adriano Furtado, permanecem no departamento por força de um aditivo ao acordo entre a União e o Ministério Público do Trabalho.

Com sede em Niterói, a Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab) trabalha na promoção de cursos, concursos, seminários, palestras, eventos esportivos, culturais, artísticos e de entretenimento, bem como na elaboração de material técnico-pedagógico. O anúncio da escolha desta organizadora pegou de surpresa muitos dos interessados em participar da próxima seleção da PRF. A expectativa era que fosse contratado o Cespe/UnB, que realizou o concurso anterior para a área administrativa do departamento e está à frente da seleção em andamento para policial rodoviário federal. Atualmente, a Funcab realiza os concursos da Câmara Municipal de Vitória (ES), da Polícia Civil de Rondônia, e da prefeitura de Boa Vista (RR). De seu histórico, consta a realização de certames das polícias militares do Espírito Santo e do Ceará, além de soldados dos Bombeiros de Mato Grosso, entre outros.

Com informações da Folha Dirigida.

PRF 2014: Edital para Agente Administrativo (nível médio) nas próximas semanas. Remuneração inicial de R$ 3.689,77.

logo_prf_brasao2

Após o recesso de Carnaval, é grande a expectativa pelo andamento do processo de contratação da organizadora do concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para 216 vagas de agente administrativo (nível médio). Atualmente, o procedimento encontra-se com a Consultoria Jurídica do Ministério da Justiça, e a expectativa é que nos próximos dias já haja uma definição da instituição que ficará à frente da seleção. A previsão do departamento é de que o edital de abertura do concurso seja divulgado este mês e as provas aplicadas em maio. O objetivo é homologar o concurso em junho, antes, portanto, do período eleitoral, que começa em 5 julho, para que os aprovados possam ser nomeados ainda este ano.

O cargo de agente administrativo da PRF é voltado para quem possui o ensino médio completo. A remuneração é de R$3.689,77, já computados os R$373 referentes ao auxílio-alimentação. Além disso, as contratações são feitas pelo regime estatutário, que dá direito à estabilidade. A carga de trabalho é de 40 horas semanais.

>> Faça AGORA o melhor cursos preparatório pela internet. <<

banner-prf2014

comprar-agora

A definição da organizadora do concurso é aguardada com ansiedade por muitos dos que estão se preparando para participar da seleção, tendo em vista que ela é fundamental para direcionar melhor os estudos. Especialistas, e até mesmo parte dos futuros candidatos, apostam na contratação do Cespe/UnB, que organizou o único concurso já realizado para a área administrativa da PRF, em 2012. Nos últimos anos, o organizador de Brasília tem sido responsável por todos os concursos no âmbito do Ministério da Justiça.

Na seleção de 2012, foram cobrados conhecimentos de Língua Portuguesa, Ética e Conduta Pública, Legislação Relativa à PRF, Noções de Informática, de Matemática, de Direito Constitucional, de Direito Administrativo e de Estatística. A seleção foi composta por provas objetivas e investigação social e/ou funcional, etapas que serão mantidas para o novo concurso. O coordenador-geral de Recursos Humanos do departamento, inspetor Adriano Furtado, já afirmou inclusive que o objetivo é aplicar as provas em todas as capitais do país.

Vagas – A distribuição das vagas do concurso ainda será definida com base no levantamento que está sendo realizado sobre a demanda de pessoal nos estados e também no resultado do concurso de remoção interna dos atuais servidores do departamento, que será promovido.

De acordo com a chefe substituta da Divisão de Concursos da PRF, Tatiana Campos, a oferta deverá ser proporcional à demanda de cada estado. Isso reforça o hipótese de mais vagas para o Rio de Janeiro, que, segundo representantes das categorias administrativa e policial, é o estado que conta com a maior parcela de servidores administrativos (mais de 100 de um total de cerca de 550) e ainda sofre com a possibilidade de muitas aposentadorias. Na seleção de 2012, as vagas (67 de agente administrativo e quatro para cargos de nível superior) foram todas para Brasília. Para agente administrativo, houve 18.059 inscritos (269,54 por vaga).

Com informações da Folha Dirigida.

MAPA 2014: Ampliado prazo de inscrições para concurso com 796 vagas. Remuneração inicial a partir de R$ 3.191,02.

Mapa

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou uma retificação do edital ampliando as inscrições do concurso que visa ao preenchimento de 796 vagas em diversos cargos dos níveis fundamental, médio, médio/técnico e superior. O prazo, que terminaria no próximo dia 6, agora vai até dia 13, com a taxa podendo ser paga até o dia 14. A retificação também altera o requisito do cargo de zootecnista, da carreira de fiscal agropecuário – agora, além de graduados em Zootecnia, a participação foi aberta a formados em Medicina Veterinária e Engenharia Agronônica -, além da atribuição da função de geógrafo, entre outros pontos do edital.

Os interessados em participar do concurso devem se inscrever pelo site da Consulplan, organizadora da seleção. A taxa é de R$38,50 (nível fundamental), R$50 (médio e médio/técnico) ou R$71 (superior). Quem desejar poderá inscrever-se para mais de um cargo, desde que não haja coincidência no horário das provas. A Consuplan, organizadora, também divulgou em seu site a lista dos pedidos de isenção de taxa deferidos e indeferidos. Foram beneficiados com o benefício mais de 21 mil candidatos. Das 232 vagas de fiscal agropecuário, 80 são para graduados em Engenharia Agronômica, 13 para Farmácia, 22 para Química, 110 para Veterinária e sete para Zootecnia. Os rendimentos são de R$12.912,38.

>> Faça AGORA o melhor CURSO PREPARATÓRIO para o concurso do MAPA 2014. <<

concurso-mapa

comprar-agora

No nível fundamental há 70 vagas de auxiliar de laboratório (R$4.102,44). No médio, existem 110 oportunidades para agente administrativo (R$3.191,02) e 100 para agente de inspeção sanitária (R$6.223,79). Exigindo médio/técnico (áreas específicas), há os cargos de agentes de atividades agropecuárias (50) e técnico de laboratório (184), ambos com rendimentos de R$6.223,79, e técnico de Contabilidade (5), com ganhos de R$3.191,02. Os graduados poderão concorrer às vagas de administrador (25),  bibliotecário (2), contador (6), economista (4), engenheiro (3), geógrafo (3) e psicólogo (2). Os rendimentos vão de R$4.935,72 a R$5.707,90.

Aplicação da provas
Os exames estão marcados para 4 de maio. Os concorrentes às funções de agente de inspeção sanitária e industrial de produtos de origem animal, técnico de laboratório e técnico de contabilidade farão as provas das 8h30 às 12h30. Os candidatos às carreiras  com outros níveis de escolaridade serão avaliados das 14h30 às 18h30. Quem se candidatar aos cargos com lotação no Laboratório Nacional Agropecuário passará ainda por uma avaliação de títulos. A documentação comprobatória deverá ser entregue no dia das provas. O concurso tem prazo de validade de um ano, prorrogável por igual período.

Com informações da Consulplan e Folha Dirigida.

PRF 2014: Agente Administrativo (nível médio). Remuneração inicial de R$ 3.689,77.

logo_prf_brasao2

O edital do concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para 216 vagas de Agente Administrativo está previsto para ser divulgado em março e as provas para serem aplicadas em maio, segundo a chefe substituta da Divisão de Concursos do departamento, Tatiana Campos. O prazo para a publicação do edital vai até o dia 30 de junho, mas devido à intenção de órgão de nomear os aprovados ainda este ano, os preparativos da seleção estão sendo conduzidos de forma que o resultado final possa ser homologado até junho. De acordo com a legislação eleitoral, para que as nomeações possam ser feitas ainda este ano, a homologação deve ocorrer até 5 de julho.

>> Faça AGORA o melhor curso preparatório para o concurso da PRF 2014. <<

prf-agente

comprar-agoraA seleção será uma grande oportunidade para aqueles que possuem ou estão próximos de concluir o ensino médio e desejam ingressar no serviço público. Além de compor o quadro de um importante órgão de segurança pública em âmbito federal o cargo de agente administrativo da PRF proporciona estabilidade e remuneração inicial de R$3.689,77 (incluindo o auxílio-alimentação, de R$373).

No momento, a comissão responsável pelo concurso trabalha para definir a organizadora da seleção. Já foram enviadas propostas a algumas instituições que prestam esse serviço e as respostas são aguardadas para os próximos dias. O edital de abertura só poderá ser divulgado após a contratação da organizadora. E embora o coordenador-geral de Recursos Humanos da PRF, inspetor Adriano Furtado, tenha informado anteriormente que o envio de propostas a organizadoras só se daria após a conclusão do levantamento das demandas de pessoal administrativo e do subsequente concurso de remoção, esses dois procedimentos ainda serão finalizados.

Sobre a distribuição das vagas, que dependerá dos resultados do levantamento e da remoção, Tatiana Campos afirmou que a oferta deverá ser proporcional à demanda de cada estado. Essa afirmação reforça a hipótese de destinação de muitas vagas para o Rio de Janeiro, que conta com a maior parcela dos cerca de 550 integrantes da carreira administrativa do departamento: são mais de 100 no estado, segundo a presidente da Associação Nacional dos Servidores de Apoio Logístico da Polícia Rodoviária Federal (Ansal), Rejane Maria da Rosa. E de acordo com o presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do Rio de Janeiro (SinPRF-RJ), Marcelo Novaes, a maioria deles já possui os requisitos para se aposentar.

Outra informação antecipada foi a de que serão mantidas as etapas da seleção de 2012, a primeira para a área de apoio do órgão. Sendo assim, o concurso será composto por provas objetivas e investigação social e/ou funcional. O inspetor Adriano Furtado já havia afirmado que o objetivo é aplicar as provas do concurso em todas as capitais do país.

A chefe substituta da Divisão de Concursos, Tatiana Campos, disse ainda que o programa irá sofrer algumas alterações, mas não pôde informar quais. Em 2012, a prova de agente administrativo versou sobre Língua Portuguesa, Ética e Conduta Pública, Legislação Relativa à PRF e Noções de Informática, de Matemática, de Direito Constitucional, de Direito Administrativo e de Estatística. A seleção teve 19.849 inscritos, sendo 18.059 para agente administrativo (relação de 269,54 candidatos por vaga para o cargo).

Com informações da Folha Dirigida.

PRF 2014: Agente Administrativo (nível médio). Remuneração inicial de R$ 3.689,77. Prepare-se AGORA!

logo_prf_brasao2

Autorizado no fim do ano passado, o concurso para a área administrativa da Polícia Rodoviária Federal (PRF) é uma das grandes oportunidades para o ingresso no serviço público federal em 2014. A seleção será destinada ao preenchimento de 216 vagas para o cargo de Agente Administrativo, que requer o médio completo e proporciona rendimentos de R$3.689,77 (incluindo auxílio-alimentação, de R$373). Por conta da escolaridade da carreira, a expectativa é que milhares de pessoas participem da seleção. Por isso, especialistas recomendam aos interessados que já iniciem a preparação.

banner-prf2014comprar-agora

Os agentes executam atividades administrativas, relativas às competências legais da Polícia Rodoviária Federal, prestando serviço de apoio técnico administrativo à área finalística da instituição. A carga de trabalho semanal é de 40 horas. A Portaria nº557, do Ministério do Planejamento, autorizou a realização do concurso em 30 de dezembro e deu prazo de seis meses, a partir dessa data, para a divulgação do edital da seleção. Contudo, bem antes de 30 de junho a PRF deve iniciar a seleção. Embora ainda não tenha passado detalhes dos preparativos do concurso, a PRF deverá agir com celeridade, pois os novos servidores irão substituir terceirizados que já deixaram a corporação e somente os aprovados em concursos homologados antes do início do período eleitoral, isto é, antes de 5 de julho, poderão ser empossados ainda este ano. Por isso, a seleção deverá ser realizada o quanto antes.

No concurso de 2012, o último para a carreira, cujo prazo de validade, de seis meses, prorrogável por igual período, foi extinto em 21 de dezembro de 2013, todas as 260 vagas foram para Brasília. Em virtude disso, espera-se que desta vez as oportunidades contemplem vários estados. A PRF ainda não comentou a questão. A corporação também não esclareceu quando terá o início o processo de escolha da organizadora. Em 2012, o Cespe/UnB, que também promove a atual seleção para policial rodoviário federal, foi o organizador e já se especula-se a possibilidade de a instituição ser mantida à frente do processo seletivo.

Inclusive, a expectativa é que a nova seleção siga o mesmo molde da anterior, em que os candidatos foram avaliados por meios de provas objetivas e investigação social e/ou funcional. O exame de múltipla escolha teve 120 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Ética e Conduta Pública, e Legislação Relativa à PRF, de Noções de Informática e Noções de Matemática) e 70 de Conhecimentos Específicos. A aprovação esteve condicionada à obtenção de, pelo menos, dez pontos na parte básica, 21 na específica e 36 no conjunto das provas.

Com informações da Folha Dirigida.

MTE 2014: Inscrições para 450 vagas iniciam hoje. Remuneração inicial de R$2.946,22 para Agente Administrativo (nível médio).

concurso-mte-2013

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) realiza concurso destinado ao preenchimento de 450 vagas, sendo 415 para agente administrativo (exigindo o ensino médio, com R$2.946,22 de vencimento inicial, sendo R$1.568,42 de base; R$1.004,80, de gratificação de desempenho e R$373, de auxílio-alimentação) e 35 vagas de contador (graduação na área, com inicial de R$4.354,42, sendo R$1.990,22 de salário-base, R$1.991,20 de gratificação de desempenho e R$373 de auxílio-alimentação). O órgão retificou o edital, o que alterou de 13 para 15 de janeiro o início das inscrições e a distribuição das vagas para o Mato Grosso e Sâo Paulo.

No caso de contador, todas as vagas são lotadas em Brasília. Para agente, as oportunidades estão distribuídas pelo Distrito Federal e 25 estados do país (apenas o Piauí ficou de fora). No Rio de Janeiro, há vagas na capital e cidades do interior. As inscrições que começam a partir das 10 horas da próxima quarta-feira, dia 15 de janeiro, com atendimento aos interessados até 3 de fevereiro, no site do Cespe/UnB, organizador da seleção. As taxas são de R$50 (agente) e R$70 (contador). No período de inscrições, será possível solicitar isenção do pagamento da taxa. O benefício será concedido aos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) que pertençam a famílias de baixa renda – renda familar mensal per capita de até meio salário mínimo (R$362) ou renda familar mensal de até três salários mínimos (R$2.172).

mte3

comprar-agora

A seleção do MTE se dará por meio de provas objetiva e discursiva, marcadas para 30 de março, nos turnos da manhã (contador) e da tarde (agente), ambas com duração de quatro horas e meia. O Cespe/UnB disponibilizará, a partir de 21 do mesmo mês, a consulta aos locais e horário dos exames. Para os agentes, as 70 questões de Conhecimentos Específicos versarão sobre legislação Específica, Noções de Gestão de Pessoas nas Organizações, Noções de Administração de Recursos Materiais, Noções de Arquivologia e Noções de Gestão e Fiscalização de Contratos e Convênios. As 50 perguntas de Conhecimentos Básicos abrangerão Língua Portuguesa, Noções de Informática, Noções de Direito Administrativo, Atualidades, Ética no Serviço Público e Noções de Administração Financeira e Orçamentária.

O exame também terá 120 questões para os contadores. O programa de Conhecimentos Básicos (50) é composto por Português, Noções de Informática, Noções de Direito Administrativo, Atualidades, Ética no Serviço Público e Noções de Administração Financeira e Orçamentária e Noções de Gestão de Pessoas nas Organizações. Já a parte específica (70) terá Contabilidade Geral, Contabilidade Governamental, Matemática Financeira, Noções de Legislação Tributária, Noções de Gestão e Fiscalização de Contratos e Convênios. A avaliação discursiva consistirá na escrita de um texto dissertativo, de no mínimo 20 linhas e no máximo 30 linhas, acerca de uma das matérias constantes do programa das disciplinas de Conhecimentos Específicos dos cargos.

Na prova objetiva, a aprovação estará condicionada à obtenção de, pelo menos, dez pontos em Conhecimentos Específicos, 21 em Conhecimentos Específicos e 36 no conjunto da avaliação. No exame discursivo, é preciso obter dez pontos – o critério para o cálculo dessa nota está descrito no item 9.7.5 do edital. A classificação geral do concurso será definida pelo somatório dos pontos obtidos nas duas avaliações. Ao todo, serão considerados aprovados no concurso até 1.692 candidatos, sendo 70 para contador e 1.622 para agente administrativo levando em consideração a lotação das vagas. O concurso terá validade inicial de dois anos, prazo que pode ser prorrogado uma vez, e pelo mesmo período.

Com informações da Folha Dirigida.

PRF 2014: Agente Administrativo (nível médio). Remuneração inicial de R$ 3.689,77.

banner-prf2014comprar-agora

Informações sobre o Curso Preparatório

  • Início: imediato (100% das aulas do curso já estão atualizadas, conforme o último edital e disponíveis, e podem ser assistidas em qualquer momento).
  • Carga horária: 350 aulas, com cerca de 30min cada.
  • Material didático: apostilas e materiais para download.
  • GARANTIA DE ATUALIZAÇÃO GRATUITA DE CONTEÚDOS APÓS A PUBLICAÇÃO DO NOVO EDITAL

MTE 2014: Edital para Agente Administrativo (nível médio) será publicado na próxima segunda-feira, dia 06/1

concurso-mte-2013

É aguardada para a próxima segunda, dia 6 de janeiro, a publicação do edital do concurso para a área administrativa do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). A previsão é oficial, pois consta de nota publicada no site da própria pasta. A seleção será destinada ao preenchimento de 450 vagas. A maior parte das oportunidades contemplará o cargo de agente administrativo. O requisito para o exercício da carreira é o nível médio – antigo segundo grau. Por isso, milhares de pessoas devem inscrever-se para a disputa. Os rendimentos do agente administrativo do MTE são de R$2.946,22. Desse total, R$1.568,42 são referentes ao vencimento-base; R$1.004,80, à gratificação de desempenho e R$373, ao auxílio-alimentação.

As outras 35 vagas são para a função de contador. Para concorrer, é preciso ter graduação na área. Os rendimentos são de R$4.354,42, sendo R$1.990,22 de salário-base, R$1.991,20 de gratificação de desempenho e R$373 de auxílio-alimentação. A distribuição das vagas por estado não foi informada pela Assessoria de Imprensa do MTE, que alegou que essa informação somente será de conhecimento quando o edital for liberado. Contudo, anteriormente, o ministério adiantou que todos os estados serão contemplados no concurso. No texto da nota disponibilizada no site do MTE, o ministro Manoel Dias afirma que o “concurso vem em boa hora e objetiva reforçar o quadro de pessoal da carreira administrativa do Ministério e é resultado do apoio da presidenta Dilma Rousseff às ações de melhoria e modernização da pasta, no sentido de melhorar continuamente a qualidade dos serviços prestados à sociedade brasileira, e em especial, aos nossos trabalhadores”.

Com a divulgação agendada para 6 de janeiro, é possível que as provas somente sejam aplicadas após o Carnaval, que em 2014 será festejado em março. Espera-se que o processo seletivo para o cargo de agente administrativo seja similar ao da seleção realizada em 2008. Na ocasião, os candidatos foram avaliados por meio de 120 questões objetivas, sendo 30 de Conhecimentos Básicos, 30 de Complementares e 60 de Específicos. O organizador também foi o Cespe/UnB. O prazo para a divulgação do edital dado pelo Ministério do Planejamento é 27 de março de 2014 – seis meses a contar da data de autorização do concurso. Leia abaixo a íntegra da nota que consta do site do MTE, publicada na terça, 31 de dezembro.

Nota Oficial
O Ministério do Trabalho e Emprego confirmou a realização de seu próximo concurso público. Serão abertas 450 vagas para níveis superior e médio, com salários que variam entre R$ 1.568,42 e R$ 4.248,62. A realização do concurso ficará a cargo do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB).A previsão da publicação do edital é para o dia 6 de janeiro.

De acordo com o secretário-executivo substituto, Nilton Fraiberg Machado, serão abertas 35 vagas para o cargo de contador (nível superior), com vencimento básico de R$ 1.990,22 e remuneração de até R$ 4.248,62. As demais 415 vagas serão para Agente Administrativo (nível médio), com vencimento básico de R$ 1.568,42 e remuneração de até R$ 2.821,22. Os cargos pertencem à Carreira da Previdência, da Saúde e do Trabalho – CPST e as provas do concurso serão realizadas em todas as capitais dos estados e no Distrito Federal.

Para o ministro Manoel Dias o “concurso vem em boa hora e objetiva reforçar o quadro de pessoal da carreira administrativa do MTE e é resultado do apoio da presidenta Dilma Rousseff às ações de melhoria e modernização do Ministério, no sentido de melhorar continuamente a qualidade dos serviços prestados à sociedade brasileira, e em especial, aos nossos trabalhadores”.

Após a divulgação do edital no Diário Oficial da União, as informações do concurso também estarão disponíveis nos portais do Cespe/UnB e do Ministério do Trabalho e Emprego.

Com informações da Folha Dirigida.

PRF 2014: Autorizado concurso para nível médio. Inicial de R$3.689 mensais

prf-agente
comprar-agora

Mais uma boa oportunidade surge para aqueles que têm como meta para 2014 conquistar uma vaga no serviço público. Foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, dia 30/12, a autorização para a abertura de concurso para 216 vagas de Agente Administrativo da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O cargo é destinado a quem possui pelo menos o ensino médio completo e proporciona estabilidade e remuneração inicial de R$3.689,77 (incluindo auxílio-alimentação, de R$373). A carga de trabalho é de 40 horas semanais.

Conforme a Portaria nº557 do Ministério do Planejamento, o prazo para a publicação do edital é de seis meses a contar da autorização, indo, portanto, até 30 de junho. A tendência é que o documento seja publicado o mais rápido possível, uma vez que a seleção visa a substituição de terceirizados irregulares, que conforme acordo firmado entre União e Ministério Público do Trabalho (MPT) devem deixar o órgão até esta terça-feira, dia 31/12.

As vagas a serem oferecidas no concurso foram criadas em setembro deste ano, por meio da Lei nº 12.857. Como a lei criou 260 vagas, é possível que as 44 restantes sejam preenchidas ao longo da validade da nova seleção. Segundo o Boletim Estatístico de Pessoal, do Ministério do Planejamento, em agosto deste ano o órgão contava com apenas 593 servidores administrativos.

A PRF realizou concurso para a sua área administrativa pela primeira vez em 2012, também visando à substituição de terceirizados irregulares. Na ocasião, foram oferecidas 71 vagas, sendo 67 para agente administrativo (as demais foram para cargos de nível superior), todas para atuação em Brasília. A seleção foi feita pelo Cespe/UnB, por meio de provas objetivas e investigação social e/ou funcional. O concurso teve ao todo 19.849 inscritos, dos quais 18.059 para agente (relação de 269,54 candidatos por vaga para o cargo). Embora tenha sido aberto recentemente, o concurso anterior teve validade de seis meses (prorrogável por igual período), contados a partir de 21 de dezembro de 2012. Sendo assim, a sua vigência já foi encerrada, não restando nenhuma restrição para a nova seleção.

Confira a autorização:

PORTARIA Nº 557, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2013

A MINISTRA DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência prevista no art. 10 do Decreto nº 6.944, de 21 de agosto de 2009, resolve:

Art. 1º Autorizar a realização de concurso público para o provimento de 216 (duzentos e dezesseis) cargos de nível intermediário de Agente Administrativo do Plano Especial de Cargos do Departamento de Polícia Rodoviária Federal, do Quadro de Pessoal do Departamento de Polícia Rodoviária Federal.

Art. 2º O provimento dos cargos no quantitativo previsto no art. 1º dependerá de prévia autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e está condicionado:
I – à existência de vagas na data da nomeação;
II – à declaração do respectivo ordenador de despesa, quando do provimento dos referidos cargos, sobre a adequação orçamentária e financeira da nova despesa à Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, demonstrando a origem dos recursos a serem utilizados; e
III – à substituição da totalidade dos trabalhadores terceirizados que executam atividades não previstas no Decreto nº 2.271, de 7 de julho de 1997, cujos nomes deverão constar de relação, a ser publicada previamente à nomeação dos candidatos aprovados, de acordo com o disposto no art. 1º da Portaria Interministerial MP/CGU nº 494, de 18 de dezembro de 2009.

Art. 3º A responsabilidade pela realização do concurso público para os cargos relacionados no Anexo será do Diretor-Geral do Departamento de Polícia Rodoviária Federal, a quem caberá baixar as respectivas normas, mediante a publicação de editais, portarias ou outro ato administrativo, de acordo com as disposições do Decreto nº 6.944, de 21 de agosto de 2009.

Art. 4º O prazo para publicação de edital de abertura para realização de concurso público será de até seis meses contados da data de publicação desta Portaria.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

MIRIAM BELCHIOR

PF 2013: Concurso para 534 vagas de Agente Administrativo (nível médio). Remuneração inicial de R$3.689,77.

brasaopf

É grande a expectativa pela assinatura nos próximos dias do contrato entre a Polícia Federal (DPF) e o Cespe/UnB, instituição escolhida para organizar o concurso para 566 vagas na área administrativa do departamento. A PF precisa divulgar o edital até o dia 22 deste mês, quando termina o prazo concedido pelo Ministério do Planejamento ao autorizar a seleção, em maio deste ano. A Coordenação de Recrutamento e Seleção do órgão (Corec) já informou que há condições de divulgar o documento logo após o contrato com o organizador ser assinado.

pfcomprar-agora

Das 566 vagas a serem oferecidas, 534 serão para o cargo de Agente Administrativo, que tem como requisito o ensino médio completo e proporciona remuneração inicial de R$ 3.689,77, incluindo o auxílio-alimentação, que é de R$373. As outras 32 chances serão para cargos de nível superior, sendo 11 para engenheiro, sete para assistente social, cinco para contador, quatro para administrador, três para psicólogo e duas para arquivista. Para esses, os iniciais são de R$5.454,18 (engenheiro) e R$4.412,32 (demais), também com o auxílio. Em todos os casos, as contratações são pelo regime estatutário, que dá direito à estabilidade.

De acordo com informações da Corec, as vagas de agente administrativo serão para todos os estados. A distribuição será muito próxima daquela apontada como provável pelo Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da PF (veja no quadro). Já as chances destinadas aos graduados serão todas para atuação em Brasília. A taxa de inscrição será de R$60 para agente e de R$70 para o nível superior. Também segundo a coordenação responsável pelo concurso, a seleção deverá ser composta por provas objetivas para todos os cargos e prova discursiva, apenas para o nível superior. Como haverá vagas para todos os estados, as provas deverão ser aplicadas em todas as capitais, embora o órgão ainda não tenha confirmado a informação. As avaliações serão aplicadas no início do ano que vem.

Com informações do DPF e Folha Dirigida.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 7.105 outros seguidores